#01 – Será se consigo?

O BEDA de 2016 eu nem sei como que consegui fazer. Só sei que depois disso, meu blog nunca mais foi o mesmo porque simplesmente desisti de blogar HAHAH. Minhas pautas acabaram todas e minha memória é meio Dory, então não lembro das coisas que aconteceram no meu cotidiano que poderia postar aqui! Esse ano pensei em NÃO fazer, pois: preguiça. Mas ficar olhando aquele grupo de facebook maravilhoso cas menina tudo empolgada me fez querer fazer também. Não planejei nada, não sou Nicas organizada das planilha infelizmente, quero ser quando crescer. Vamos na pressão mesmo por enquanto ahahah.

Por fora linda, por dentro to só o suspeito II da imagem abaixo, mas tamo junto? Tamo.

Quando vi que ia começar o BEDA

Quando vi que ia começar o BEDA

 

 

banner

Comecei a malhar

Eu nunca tinha pisado numa academia na vida até 2015, quando estava numa época que fazia aula de zumba numa academia de dança e vi que essas mesmas aulas em mais quantidades numa academia valia mais a pena, haha. Daí acabei entrando numa academia e era só entrar na academia > fazer aula de zumba > ir embora. E durante uns 2 anos foi assim.

Até que um dia acordei e falei: “quero dançar AND fazer musculação!” – como eu não tava satisfeita com a academia nova que tava indo (a sala de dança era MINUSCULA e tinha MUITA gente fazendo e se batendo, mas culpo as pessoas que não sabem ficar no seu quadrado!!!111), decidi mudar pra uma outra, gente! Atendimento melhor, não tem gente monxtrona (!) e a aula de dança é um andar inteeeiro com professor no palco (melhor visão!!) e menos de 10 pessoas por aula!

Eu nunca tinha feito nem avaliação fisica hahah, e essa foi a primeira vez. Falei pra instrutora que nunca tinha malhado, então nem sabia se ia gostar.

Aí ok, a primeira vez que fiz os exercicios, a instrutora tava do meu lado ensinando tudo. Mas da 2a em diante é meio que cada um por si, mas pode pedir ajuda, claro. Só que eu sou orgulhosa.

Então, no meu 2o dia de musculação, comecei pelo aquecimento que é 5 minutos na esteira. Liga esteira. Nada acontece, feijoada… tenta de novo, nada. de novo, nada. Quão difícil é ligar a esteira? Tava me sentindo mais perdida que o meme da Nazaré.

HALP, COMO LIGA A ESTEIRAAAA

HALP, COMO LIGA A ESTEIRAAAA

Aí tem o botãozinho do “HALP”, não tive jeito, apertei. E quem veio me ajudar? Tinha que ser o INSTRUTOR MAIS GATO.

Eu: OIERR, não to conseguindo ligar a esteira, risos
Ele: Ah, é só apertar aqui.

Aqui-no-botão-que-tá-escrito-LIGAR-ESTEIRA.

GENTE.

Eu JURO que apertei, não tarra indo!!111111 Tô culpando o universo!!!

….

Daí ok, exercícios sendo feito, chega um aparelho que chama flexora, ele deixa suas pernas maravilhosas, vc tem que travar suas pernas numa barra e ir fazendo o exercício, olha vamos colocar uma imagem pra terem uma ideia:

Tô rindo mas é de nervosa

Tô rindo mas é de nervosa

Então, eu não sabia sair desse aparelho, porque tinha que levantar essa porra que fica na altura do joelho. Aí eu fiquei tentando disfarçadamente e quem veio DE NOVO? O instrugato.

– Precisa de algo?
E EU MTO ORGULHOSA, OBVIO:
– Não, to descansando!

Tentei sair, tentei tentei e quem tava perto olhando tudo? Isso mesmo.

– Instrugato, não consigo sair.

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

Bom, claro que eu aprendi tudo agora, já se passaram quase 2 meses e até comecei uma série nova ontem, que também merece um post, porque PUTA QUE O PARIU VIU, que desgraça…então fica ligado pra parte II, hahahahah

fazendo a série nova

Fevereiro

Decidi que pra manter esse blog vivo, preciso me forçar a escrever e ainda ativar minha memória, então todo começo do mês, vou escrever das coisas que descobri e que foi muito bom do mês anterior. Falhei em janeiro, então vou começar por fevereiro mesmo, haha.

Comecei a fazer musculação pela primeira vez na vida
Decidi que esse ano, faria uma coisa diferente na academia, porque desde que comecei (fim de 2015 mais ou menos), ia só pras aulas de zumba / ritmos, porque é uma coisa que me motiva e olhe lá a fazer exercicios, haha. Daí pra me motivar mais, me matriculei numa academia nova e falei pra moça MIGA, QUERO FICAR FORTE. Não forte tipo Gracyanne haha, mas eu sou muiito fraquinha, de tremer quando seguro algo um pouco mais pesado, o que chega a ser meio vergonhoso haha, e também tirar um pouco do bracinho polentinha (não uso regata por isso, mas tô trabalhando em aceitação do meu corpo, uma coisa de cada vez!). Depois juro que faço post das vergonhas que passei na primeira semana me lembrem AHAHAHA AQUELAS. Mas sei que das poucas aulas que fiz, já tô me achando o Bambam HAHAHAHA

EU PEGANDO PESO DE 3KG HAHAHA

 

Assisti e recomendo: Abstract – The Art of Design

Abstract_Art_of_Design_Its_Nice_That

Desde que assisti ao trailer, quis muiiito assistir o documentário. Feito pela netflix, é uma série de 8 episódios e em cada um mostra um designer diferente (gráfico, de automóvel, de sapato, etc), em como eles inovaram mais ainda cada área, o processo criativo deles… é muito interessante, todos os episódios são muito inspiradores.

Ganhei meu primeiro batom MAC de edição especial 
Meu aniversário foi bem no finzinho de janeiro e no 1o fds de fevereiro fiz uma festchinha. Um amigo chegou com uma sacolinha da MAC e falou: “a vendedora disse que essa aqui tá fazendo sucesso”, qualquer coisa que a gente ganha da MAC nois tá como?

Daí quando abri a sacolinha e vi aquela caixinea dourada escrito CAITLIN JENNER, MEUS AMIGOS! Que ryqueza. A embalagem dourada com preto fosco, que coisa maravilhosa! E a cor? Na foto ficou uma boxta, mas é um vermelho classicão, sabe? Ainda não usei porque confesso que tô com dó HAHAHAHAH, mas juro que na proxima baladinha passo.

IMG_3733

 

Comi pa porra
img_fev
Nenhuma novidade quanto a isso.
1 – Macarrão com vongole do Modi, apenas maravilhoso, o lugar e a comida. 2 – Donuts das meninas do @donutsdamari, sério, se vcs moram em SP, PEÇAM. Tem gostinho de feito na hora e feito com amor. 3 – cookão da porra do Le Pain Quotidien. 4 – Pqp que lamen delicioso esse do JoJo Lamen.  

Fui pra São Roque e andei num skibunda GIGANTESCO
Tenho uma amigona em que os pais moram em SR e lá é a cidade do vinho e tem uma estação de ski. No domingo de carnaval ia rolar um festival japonês e como nunca tinha ido nessa estação…fomos, néam. Lá dá pra fazer arvorismo, esquiar, andar de teleferico, tiro ao alvo e a atração principal é um skibunda quilométrico, sério, é muito alto HAHA e eu tenho vertigem até né, mas fui. Fui pq no aniversário da sobrinha do namorado no ano passado tinha um desses mas BEM menor e os adultos tirando as criança tudo pra escorregar. Não vou mentir que deu um cagaço do caralho, pq é MTO alto e fiquei com medo de sair voando tipo esse gif aqui (porque a vida é baseada em ver gifs sim)

Mas tô vivona e a sensação é mto libertadora recomendo d+++++ ahhahaha

Não fiz e tô bem chatiada: Bloquinhos 2017 = 0 
Amiiigos, eu tô mto chati porque eu não fui pra N E N H U M bloquinho esse ano. No fds antes do carnaval bombou d++ de bloquinhos e eu não fui porque tava um calor de 35 graus com sensação de queria star morta, eu não queria nem sair de casa, saca. No fds do carnaval eu não fui pq tava ocupada escorregando no skibunda, hahah E quando quis ir, nenhum migo quis, então…fuem perdi surra de brilho e glitter porque é realmente o que gosto de fazer ao ir pra bloquinhos.

 

O empata

Tantos anos de blog e eu nem acredito que não contei essa história.

4 anos atrás, conheci um francês na balada. Tem a história completa aqui. Mas pra dar uma boa resumida, o francês chegou perguntando se eu era chinesa e se queria ficar amiga dele, porque ele tinha estudado chinês na China (c jura haha) e aqui no Brasil não chegou a conhecer nenhuma. A gente não ficou, mas ele mega virou meu CRÃSH.

Aí depois de uns meses, o LE CRUSH me chamou pra uma festa na casa dele, era meio que uma baladinha pra um dos caras que moravam com ele (ele morava com 8 [!!!!] pessoas numa casa enorme na Vila Madalena e ocasionalmente eles abriam a casa pra alguma festa). Lembro que levei meus amigos e nós ficamos super bêbados (foi ali que vi que era super profissional em conversar balançando o copo de cerveja sem deixar cair um pingo HAHAH), mas ok, não aconteceu nada.

yada yada yada… a gente parou de se falar naturalmente. Então, ali perto do natal, le frrrancê crushier veio conversar comigo, trocamos ideias e tal tal..e ele perguntou “e aí, vai passar o natal aonde?” e nesse ano,  ia passar na casa dos amigos dos meus pais que eu nem conhecia, não tava afim, sabe? E perguntei a ele que respondeu que ia passar sozinho, todos os outros 8 amigos iriam passar com a familia, pq a dele estava na França. Ele me convidou pra passar o natal na casa dele, com queijos e vinhos. E vc por acaso já está me olhando assim?

KkjV9bwZ_reasonably_small

Migxs, nem preciso dizer que fiquei feliz? HAHAHAHAHA

OH YEAH, IT’S HAPPENING!

Tomei um banho especial, um banho pra relaxáá e me arrumei bem arrumadinha, e fui. Cheguei lá, abrimos um vinho, (hahah pensando bem como foi ~ tropical ~ comendo queijos, bebendo vinho em frente a piscina e 28 graus de noite). Depois começou os flertes, os abraços, e eu pensando AMIGO, ME BJA CARALEOOOO! HAHAHAHA. Ele ainda me deu um presente e quando eu acheeei que a gente finalmente ia se pegar, TOCOU.A.CAMPAINHA. Gente. Achei que só acontecia em filme, mas a vida…ela ama trollar a gente.

Chegou um amigo dele, gritaano “MIGOOOOOOOOO, EU SEI QUE VC FALOU QUE IA ESTAR COM UMA AMIGA, MAS VIM TE VISITAR AEEEEE”

Eu e le crushier sorrindo amarelo.

– Olhaaaaa, queijos e vinho que legaaal, deixo pegar uma cadeira aqui e me juntar a vocês! Sabe, eu não tô atrapalhando vocês, né????? RISOSRISOSRISOSSSSSS

G.E.N.T.E.

IMAGENS REAIS DO QUE ACONTECEU

FUEMMMMMM. Migos, imagina o maior broxe (broxe?? assim que fala? hahaha) da sua vida? Essa foi da minha, HAHAH. Depois de um tempo acabei indo embora pois obviamente clima 0.

Eu nunca mais consegui ficar com o francês, não sei que tipo de sinal o universo mandou e por que, porque eu nunca entendi ahhahaha, nunca vi nada que possa pensar “nossa, ainda bem que a gente não ficou”, será que toda minha vida dali em diante ia ser COMPLETAMENTE diferente? Talvez. Talvez eu nem estaria namorando o axentino hoje, vai saber, né? hahaha.

É aquele ditado famoso:

 

Sétimo

Quando chega o mês de dezembro, confesso que me bate uma mini bad, porque como boa sofredora antecipada fico pensando que “janeiro tá proximo, meu aniversário tá próximo”. Eu sou tipo Joey fazendo aniversário, eu gosto e desgosto.

EU TODO ANO

Sei lá, acho que fico pensando “carai, eu tenho XX anos e eu não tô assim nem assado”, tipo, não consegui completar coisas que queria quando fizesse 30 anos, sabe? Essa é a bad que me bate, mas depois dos 30, refleti que fiz muita coisa, o meu máximo. E tô feliz, porque é o que dizem, os 30 são os novos 20 e são MUITO melhores.

Vou fazer 31 logo mais (29/01 migas, obrigada) e é um ano que parece meio bunda, trinta-e-um, mas pensando, não é. Você passou dos 30, não é mais mocinha (hahahahahahahahah), é MOLIER. MOLIERÃO. Sinceramente, tô chegando nos 31 tipo Beyoncé dançando sem ventilador mas cos cabelos ao vento sempre.

SOBREVIVI AOS 30, AHAM AHAM

all the 30 years, all the 30 years oh oh oh

E em dezembro, não bateu nenhuma bad,  pensei: “quando fizer 31, quero fazer alguma coisa. Quero uma tatuagem nova!” Parece tão pouco, mas não é, né? Hahaha. Decidi fazer a minha 7a tatuagi.

coça coça coça 

Depois de trocar mais ou menos 30 e-mails com minha tatuadora, eis que chegamos a um consenso de tatuagem. Hahahah. É engraçado, mas acho que depois de 6 desenhos no corpo, você tá é meio que cagando, não é exatamente essa palavra, mas digamos bem tranquila. Eu não tenho medo de agulha e sinceramente prefiro ir sozinha do que levar alguém, pois uma das minhas experiências com meu único piercing levando 2 amigas foi: uma passou mal e ficou derretida no banco quase desmaiada e a outra ficava apontando e fazendo barulho de dor ANTES DA PESSOA DO PIERCING ME FURAR. “AIIII UUUHHHH SSSSSS”. Então fica aí a dica de nunca levar alguém que não tenha absolutamente nada HAHAHA.

Ah, e a pior parte da tatuagem mesmo não é a dor. É a coceira incoçável que vc tem que lidar por dias. hahahahaha. E bom, eis o resultado da minha nova menina:

Foto e tatuagem feita pela maravilhoserrima Tainá Camilo

Foto e tatuagem feita pela maravilhoserrima Tainá Camilo


Menina flor passa bem sendo cicatrizada.

1 2 3 4 5 73