Categoria: internerd

Mais um pouco sobre o Tinder

Depois de muito azar, consegui sair com bons caras no Tinder. E na Copa não foi diferente. Conheci ótimos gringos ali (aff sdds copa, mas ainda tem gringo, viu? hahah), meus dates foram muito bons, acho que nenhum foi decepcionante a ponto de eu querer ir embora logo. Vou escrevendo sobre eles ao longo das semanas.

E como vocês também sabem, ás vezes não dou sorte (1 2 3) , mas faz parte, né? Tinha gringo que era diretão. Fica aqui o exemplo do CARA-QUE-NEM-UM-DRINK-QUERIA-IR-TOMAR:

 

GENTE??????????

Um outro gringo também foi super direto, já chegando na voadora depois de 3 linhas de conversa, então tive que responder a altura copiando a maravilhosa Lauren Conrad:

VRÁ!!!!! E eu tava falando de comida, haha.

Não vamos esquecer que não é só gringo que faz isso, porque, né?

 

CARA, É SÉRIO ISSO, CARA?

 

 

E aí eu fico pensando, qual o problema de você querer sair num encontro normal, ir tomar uma cerveja, jantar, sei lá…conhecer melhor a pessoa e aí ver se rola uma química legal? Claro que deve ter gente que é de boa, direto no ponto, porque senão esses caras não estariam aí perguntando. Mas não, eu gosto do tradicional, de conhecer além da foto, de ver se teu sorriso aí é verdadeiro, se você me faz rir ao vivo, saber da tua vida, de olhar no teu olho e te querer mesmo, ou nem que nos tornassemos apenas bons amigos.
Share Button

O que eu aprendi com o Tinder na Copa

Era uma noite qualquer e eu estava com Ray no whatsapp. Tava rolando uma chuva de gringos no tinder e eu trocando os prints com ela. Os matches também estavam lindos, teve uma hora ali no meio da Copa que só tinha gringo no meu tinder, aff <3.

TARRA DIVINO.

 

Enfim, daí numa dessas conversas, escrevi:

– Vamos fazer um tumblr disso?

E foi assim que foi criado o Tinder na Copa. Na zuera, pra gente reunir os estrangeiros lindos que estavam vindo visitar a gente.

Pouco menos de um mês depois, logo no começo da Copa, veio o buzz. Compartilhado nas redes sociais, apareceu nos portais de notícia (até internacional, veja só!) e pronto, mais de 400 e-mails com contribuições. Nem em um milhão de anos eu achava que ia fazer sucesso. Sério.

E aqui vão algumas coisas que aconteceram nos bastidores desse tumblr MARAVELHOSO:

– Muitos e-mails de meninas mandando selfies delas, MUITOS MESMO, e era “segue pro tinder” Oi? Amiga, vc leu a matéria? Viu o tumblr? Hahaha.

– 4 caras que apareceram no tinder na copa me mandaram e-mail pedindo pra tirar a imagem deles. Culpa no cartório? Eu diria que sim. Um deles copiou o “ADEVOGADO” dele e disse que era BULLYING. BULÉM. POR.SER.LINDO. GENTE????????????????

– Um cara que sortemente eu que tinha dado like mandou um e-mail super simpático “hey, eu tô mesmo no site? haha” e eu claro, nem boba nem nada respondi né? “Sim, se vc quiser, eu tiro! Mas vc é gato demais pra sair de lá”. HAHAHA amo dar cantada de pedreiro? Enfim, resumindo, ele me adicionou no facebook. :) E ele é brasileiro. hahaha

– Uma matéria escreveu que o Tinder na Copa era um APLICATIVO. HAUHUAHUAUA. Esse sabe direitinho, viu?

– Não só matéria, mas muita mulher achou que era um app e recebi muitos e-mails assim: “como faço pra baixar o app tinder na copa? Só vi o Tinder.” XENTE.

– Recebi muitos e-mails de mulheres apaixonadas pelos gringos e queriam saber como entrar em contato com eles. ESPERA O MATCH, MIGSSS!! No facebook, uma moça se apaixonou por este homem e perguntou como entrava em contato com ele, MIGA, SE EU SOUBESSE QUEM TARIA SAINDO COM ELE SERIA EU, NÉAM, RS.

– Um monte de menina mandando whatsapp e mandando mensagens apaixonadas no tumblr, achando que eram eles que estavam postando (?????)

– Não li NENHUM comentário que saiu em portais, principalmente os que saíam o meu nome por motivos de: a galera parece que não transa e ainda julga a xeca das outras, então pra não ficar puta da vida, não li nenhum.

– Fui chamada pra participar do programa da Fatinha Bernardes, mas vcs me conhecem, odeio e tenho pavor em falar em público, não quis correr o risco de ficar que nem a primeira aparição da Mallu Magalhães no Jo.

– Recebi um e-mail ofensivo de um cara falando “por isso que a mulher brasileira é isso e aquilo” e um cara que fez um anônimo no facebook só pra falar mal na página e eram coisas muito ligadas ao tinder na copa, ele chegou a escrever “é por isso que os aeroportos brasileiros estão como estão hoje” GENTE???????? QUE O CU TEM A VER COM AS CALÇAS? AHUAHUAHU. Depois ele deletou o profile.

– Li em algum lugar que houve uma polêmica que os homens brasileiros se sentiram ofendidos porque os brasileiros são lindos, CARA, eu nem sabia que teve polêmica HAHAHAHA, e gente, se eu fosse um cara e fizesse o tinder na copa só de gringas gostosas ninguém tava falando nada, né? E outra, desde quando a gente rebaixa os homens brasileiros? Só porque era uma página de gringos? AH PLMDDS, CRESÇAM. E por que levar um tumblr a sério? HUAAUAU, ceis são demais mesmo.

– Não ganhei nenhum centavo, não fiquei famosa e sim o tumblr e tá tudo bem. Foi ótimo brincar disso, mas fiquei assustada aauhauhahu.

 

Só que não. SDDS, COPA.

 

Share Button

Aquele pra reler

Pra começar 2012, fiz uma listinha de melhores posts que já escrevi no rgb, que foi room13, tofufrito e tals. Só quem é seguidora old school sabia da existência deles ok. Pra quem tem saudades (HAHHAHA ~saudades~) do dias-retrôs, eu coloquei todos os posts dele no rapidinha. Eu nunca lembro da existência dele, porque né, tem twitter.
Agora, ~melhores~ também é demais, mas são posts que gostei de escrever e que você amiga, gostou (???) de ler, pelo menos é o que tá nos comentários. E sim, é a preguiça de começar um post dois mil e dozal. rs mil. Não sou Katylene, mas veeem comeeego (sô cópikéti? hihi)! :B
p.s.: os posts de 2010 pra cá, depois faço a parte II, porque tem 39 páginas esse blog.
1) Australia – parte I, o avião – Aquele post em que obviamente sou zicada

2) Passando tempo demais na Australia – Aquele em que eu fui pra Australia, voltei pro Brasil e ainda achava que era Australia (RISOS)

3) Me dá seu telefone? – Aquele que eu falo a real e não dou o telefone

4) Saindo com classe – Aquele que dou tchauzinho de miss depois de uma ficada

5) 9 coisas que você não quer saber ou já sabe sobre mim – Aquele que eu queimo meu próprio filme

6) Da série: as tendências que eu não gosto – parte II – Aquele que é tendência e você fala: “sério mesmo??!!”

7) Malandragi em Buenos Aires – Aquele pra você ficar esperto em El Caminito

8) Guia (roots) de Buenos Aires – aquele do guia de BsAs que a gente não gasta muito

9) Nossa querida franja – Aquele que sua franja é um cocô

10) O dia que peguei no canudo – Aquele que até hoje não peguei o diploma (QQQQQQ, português lindo da porra)

11) Já levou uma cantada “criativa” hoje? – Aquele que o Michel Teló ainda não existia

12) Até ele faz pose de modelo e você não – Aquele que o canguru quase sai na Playboy

13) Moda inspirada em personagens de filmes – Aquele post enoooorme sobre moda inspirada que sai do cliché “Bonequinha de Luxo feelings”.

14) Um pouco sobre nossos pais – Aquele da volta da Argentina

15) Sim, nós temos uma câmera de verdade agora – Aquele que eu sambo na tua cara falando da minha nova câmera risos

16) Eu e minha mania estúpida de salto alto – Aquele post que eu compro saltos cada vez mais altos e ainda não sei usar

17) Pra assistir – Aquele post que quase ninguém comentou mas deu um trabalho fidaputa.

18) Meu Sobrenome não é difícil – Aquele post que mesmo soletrando, eles ainda erram.

Share Button

Keep saying that out loud

Acho interessantissimo pessoas que trabalham com mídias sociais, mas tem muita gente que se acha e não é lixo nenhum. Você não é dono do mundo por trabalhar com isso e seus twits não são influenciáveis.
Por falar nisso, você é um pseudo-mídia social.
MENAS GENTE…MENAS

fikadzik

Share Button

Passando tempo demais na Australia

cimg3279
Passei apenas 1 semana e meia em Sydney, mas foi tempo suficiente pra saber que meu lugar é lá. Me perguntam por que, mas eu agora acho que respondo que vc tem que ir lá pra perceber. Por acaso vcs já foram pra um lugar e pensou que moraria fácil lá? Essa foi a 1a sensação quando pisei FORA DO AEROPORTO, porque dentro…vcs leram o post da ida né? haha.
Enfim, vou resumir a sensação: não, pera. Eu não sei resumir sensações, por acaso vc descreve um orgasmo passo a passo?
Mas eu quero fazer piquenique num dos muitos parques lindos que tem lá e ao mesmo tempo que estou no verde, quero ter a visão do mar e logo depois correr pra praia e pisar na areia. E comer pão australiano todos os dias. Hahah.
Lá eu acostumei mais rápido do que em Taiwan, e eu digo culturamente falando. E também não tô mto acostumada em ter visões das meninas que são magras que nem varas e vc se sentir uma obesa comparado a elas, por mais que vc tenha um peso normal, elas são mais magras ainda..sendo que elas comem mais do que você. A única coisa que acostumei em minutos lá foi a comida, OBVEO. Tudo muito bom e absurdamente barato, e quando eu digo barato, eu digo que uma marmita lá com arroz, verdura, ovo e carne custa R$3,00.

NHAMIIIII!!!! <3
Mas isso é assunto pro post de Taiwan, vamos focar na Australia. Aliás, vamos focar ainda na volta pro Brasil.
Dois dias depois que voltei de Sydney, voltei a trabalhar. Eu estava atrasada pelo fato de ainda estar no horário de lá, a fila do metrô estava cheia e como boa paulistana, eu não tenho paciência nenhuma em ficar vendo as outras pessoas tirando dinheiro e contando pra comprar / carregar o seu passe pro metrô. Que diabos, por que não tira antes? Isso é uma perda de tempo. Sempre penso que além daquela placa com SMILE escrito algo do tipo “Evite usar notas maiores para não atrasar os outros” deveria ter: “Já deixe o dinheiro contado também e não leve um saco de moedas e conte na hora!”
Ok, como eu estava morrendo de pressa, tinha preparado o dinheiro. Dei a grana pro moço, mas ele ficou muito tempo olhando uma das moedas:
– Moça, tem alguma coisa errada nessa moeda.
– Oi, comassem???
Aí ele começa a dar risada:
– Tá escrito…AUSTRALIA.
Nem deu tempo de fugir.

Share Button

1 2 3